Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais Notícias > Confira o que aconteceu na SNCT do Campus Macapá
Início do conteúdo da página

Confira o que aconteceu na SNCT do Campus Macapá

Publicado: Sexta, 23 de Outubro de 2020, 09h10 | Última atualização em Sexta, 23 de Outubro de 2020, 15h09

O Campus Macapá do Instituto Federal do Amapá (Ifap) participou ativamente da 17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), que aconteceu de maneira totalmente virtual durante o período 19 a 23 de outubro. Com o tema “Inteligência Artificial: A Nova Fronteira da Ciência Brasileira”, a SNCT reforçou a importância das novas tecnologias para a sociedade atual e para a ciência. Para ver, rever ou recomendar as palestras e minicursos do Campus, acesse o canal TV Ifap no YouTube.

Durante a abertura do evento, o diretor-geral do Campus Macapá, Márcio Prado, que representou os diretores-gerais de todos os campi, destacou a importância do avanço da tecnologia para que eventos como esse não deixassem de acontecer por causa da pandemia. “Neste ano, a SNCT acontece de maneira especial, porque, se não fosse a tecnologia, não iríamos conseguir realizá-la”, disse.

Atividades do Campus Macapá

Na terça-feira (20/10), pela manhã, o nutricionista Ytalo Ruan Souza ministrou a palestra “Plantas alimentícias não Convencionais” e apresentou o resultado de um estudo realizado na graduação no qual fala sobre os benefícios para a saúde e alimentação saudável de caules, folhas, botões florais, flores, frutos potencialmente comestíveis, dentre outros do gênero. Na palestra, o nutricionista convidado pelo curso de Tecnologia de Alimentos do Campus Macapá narrou experiências de vida e a riqueza alimentícia na flora brasileira. Segundo ele, estima-se que no Brasil existam cerca de dez mil espécies que poderiam ser utilizadas para a alimentação. A palestra teve por objetivo compartilhar tal conhecimento, incentivando o público a despertar o interesse pelo tema e o hábito.

Em seguida, a palestra “Contribuições simulador PHET no Ensino da Física”, ministrada pelo acadêmico Edileno Miranda, apresentou o resultado de pesquisas realizadas no âmbito do curso de Física do Campus Macapá. Segundo Miranda, o aplicativo tem no cenário atual grande importância experimental como auxílio diante das dificuldades de estrutura de laboratórios de física nas escolas. Por meio da apresentação, participantes puderam verificar o uso experimental do laboratório virtual apresentado através do simulador.

No período da tarde, o professor Salvador Taty realizou o minicurso “Produção de Álcool Etílico Glicerinado 80% a partir de Materiais Alternativos”, em que dá o passo a passo para produção do produto a partir de materiais alternativos, como, por exemplo, álcool etílico, peróxido de hidrogênio, glicerol e água purificada. O docente também ensina cálculos para as medidas exatas utilizadas na produção correta de formulações antissépticas alcoólicas.

Já no dia 21/10, o acadêmico Felipe Lorran, orientado pela professora Michelle Yokono, ministrou a palestra “Musicalidade e Ludicidade: O Ensino da Língua Inglesa Através do Uso de Paródia e Jogo Educacional Como Recursos Didáticos”, em que exercitou a escrita, a leitura e a fala da língua inglesa com os participantes.

Na quinta-feira (22/10), o Campus Macapá abriu sua programação com a oficina “Uso de jogos on-line para o ensino de língua inglesa”, ministrada pela estudante do curso de Licenciatura em Letras – Português/Inglês Eveline Silva, que apresentou um jogo de RPG como instrumento facilitador para o ensino da língua estrangeira.

Durante o período da tarde, a palestra ministrada pela professora Ana Caroline de Oliveira, do Campus Macapá, abordou como as técnicas de biologia molecular podem ajudar no controle de qualidade dos alimentos. “Autenticar é confirmar a veracidade de algo. A autenticação ligada ao controle de qualidade dos alimentos significa o processo de verificação das características mencionadas no rótulo, das características exigidas pelo consumidor e também das características legais que o produto deve possuir”, explicou a docente.

Através da autenticação é possível saber a origem geográfica ou espécie do produto, se houve manipulação ou fraude, se há elementos patogênicos, alergênicos ou contaminantes, além de outras características. Uma das técnicas recentes utilizadas para verificar essa autenticação é a da biologia molecular baseada na detecção do DNA, conforme demonstrada pela docente na palestra “Autenticação e Controle de Qualidade dos Alimentos por Métodos Moleculares Baseados na Detecção de DNA”.

Em seguida, estudantes do curso de Licenciatura em Matemática do Campus Macapá apresentaram seus projetos acadêmicos na programação da SNCT. A atividade “Desafios matemáticos” foi coordenada pela professora Elma Daniela Bezerra. Os estudos apresentados foram “Modelagem Matemática através dos Aspectos Etnográficos do Campus Porto Grande: Geometria Analítica Associada ao Contexto do Campo”; “Utilizando Plataforma Scratch na Elaboração de Animações e Jogos Matemáticos”; “Estudo de Caso sobre Carpintaria Naval Utilizando Etnomatemática como Ferramenta de Tratamento”; “Material Dourado de Caroço de Açaí: Possibilidades no Ensino da Álgebra e Geometria”; e “Tabuleiro de Equações de 1º Grau”.

 

Por Jacyara Araújo, jornalista do Campus Macapá

Com colaboração de Jefferson Souza

Seção de Gerenciamento da Comunicação Social do campus Macapá
Instituto Federal do Amapá (Ifap)
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Twitter: @ifap_oficial
Facebook: /institutofederaldoamapa

registrado em:
Fim do conteúdo da página